Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de abril de 2010

Vejam o que pensa a atual 1ª dama paulista!

Puplicado na Folha de São Paulo - Domingo 04 de abril de 2010
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0404201007.htm

Como uma deuza
A nova primeira-dama de SP, Deuzeni Goldman, 58, a Deuza, que toma posse na terça, cuida de filhos, netos e enteados, escolhe as roupas do marido, faz dança, piano, inglês, ginástica e -ufa!- medita duas vezes por dia para relaxar

Veja alguns dos trechos é hilário

Ela não tem culpa de ser loira

Deuza interrompe a conversa, preocupada com perguntas pessoais: "Como sou loira, tenho cabelão, as pessoas acham que eu sou uma dondoca, um nada. E eu não sou isso". A cunhada Antonieta Spargoli, a Toty, diz: "A Deuza não tem culpa de ser alta, magra e loira". Fez apenas uma plástica, suave, no rosto, há muitos anos.

Ela é intelectual

A primeira-dama explica que tem "um lado intelectual muito forte." Assina várias revistas (além das semanais de informação, "Casa Claudia" e "Vogue") e está lendo "três livros ao mesmo tempo" -um deles, "Os Homens que Não Amavam as Mulheres", do sueco Stieg Larsson. Gostou "demais" da biografia de Hillary Clinton -em especial quando ela conta que perdoou as traições do marido, Bill Clinton, "por amor".

Tem aversão ao governo Lula, mas não fala

"Tenho aversão. Mas não quero falar sobre isso", diz Deuza quando questionada sobre o governo Lula. "O Serra não gosta", explica. "Falo o que penso", mas, na posição em que está, precisa "ser cuidadosa". Sobre primeiras-damas, diz apenas que "a Ruth Cardoso, sim, foi um modelo. Discreta, atuante, eficiente".

Compara: bolsa familia X campanha do agasalho

Crítica de programas como o Bolsa Família, ela diz acreditar que os projetos do Fundo de Solidariedade, que comandará, têm outro caráter. "O Bolsa Família dá dinheiro mensal para a pessoa se acomodar. A campanha do agasalho é emergencial, para a pessoa não passar frio."

Apresenta os seus principais projetos

Depois da despedida de Serra, Deuza volta para Higienópolis, onde o casal continuará morando mesmo depois da posse. No carro, fala dos planos. "Mil amigas já estão me ligando." São mulheres de deputados, de secretários, que "querem ajudar e não sabem como. Vou mobilizar todo esse pessoal". Seu principal projeto é revitalizar o parque da Água Branca, onde fica a sede do Fundo. Ela quer incrementar o paisagismo e catalogar todas as árvores, colocando placas para que as crianças possam identificá-las. "O parque tem história, meus filhos iam lá quando eram pequenos", diz.

Um comentário:

Noelli disse...

Ainda bem que o Brasil não é feito de primeiras damas ..."altas, loiras e magras...", Isso é o que o espera o povo paulista ?!